Avançar para o conteúdo principal

Fragmentos do Pensamento XXXII

Achas que vais voltar a encontrar alguém tão 'perfeito' como ele? 

Alguém há uns dias atrás fez-me esta pergunta, já não me recordo do teor da conversa, mas o que é certo é que fiquei sem palavras, sem saber o que dizer sem parecer uma rapariga patética por achar lógica aquela questão. Mas tem lógica, afinal tudo na nossa vida tem um sentido, nada é por acaso, não foi por acaso que entraste na minha vida sem aviso prévio e saís-te em modo foguete para viveres aquilo em que acreditavas.

Quanto há questão, respondi o que eu acredito mesmo que vai acontecer, ninguém quer viver só de um amor, ainda para mais se o mesmo for falhado. 
Contigo, há muitos meses atrás eu aprendi que se pode amar com a mesma intensidade alguém que fica na nossa vida por tempo indeterminado, como alguém que veio até nós com um prazo determinado. 

Aprendi mais sobre a liberdade, a força que temos de ter para deixar voar e alcançar os seus sonhos, aqueles por quem nutrimos amor, descobri contigo que a sinceridade pode fazer parte do carácter de um homem, e aí dure o que durar tudo corre melhor, tudo valeu a pena, não precisa de ser perfeito basta ser ele mesmo. 

A resposta há pergunta é difícil de dar, porque sou difícil, de perceber, de me apaixonar. 
Fizeste-me sentir visível perante um mundo de brilho artificial, de pessoas com grandes corpos e mentes vazias, ajudaste-me a ter força para seguir aquilo que eu quero independentemente do que acontecer, de quem estiver, eu vou conseguir basta não deixar de acreditar. 

Hoje sou uma pessoa melhor [ou pelo menos tento ser], uma pessoa que vê os dois lados, que recorda o que ficou para trás como algo que veio não para ficar mas para que o futuro se possa alcançar. 
Nos últimos dias continuas a ocupar-me a mente, por razões que não se justificam, por não estares aqui, por teres voado, seguido o teu rumo e não teres voltado. 

Com isto quero acreditar de olhos fechados que um dia seja ele qual for, vou encontrar alguém que me preencha as medidas como tu um dia fizeste sem abrir a boca, pois o que interessa em ambos os sexos é saber a espessura da sua verdade.
É bom que ainda faças parte deste lado irreal, gosto de saber que és feliz aconteça o que tiver de acontecer, voltemos ou não estar juntos, eu vou estar aqui, com a mesma vontade de outros tempos.






Comentários

  1. Perfeito, e compreendo bem o que aqui está escrito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, há semelhanças no que toca ao amor, são é vividas e sentidas conforme quem lhes dá corpo :)
      Volte sempre !

      Eliminar
    2. Bem sei disso que falas. :) No amor, tudo acaba por se assemelhar um pouco.

      Eliminar
  2. Gostei muito do que escreveste. Muito sentido. Deixo aqui também muita força. E esperança. Tudo será pelo melhor e nada acontece por acaso (isto acredito eu).

    12 LOVE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já somos duas acreditar!
      beijinhos e seja sempre bem vinda

      Eliminar

Enviar um comentário