maio 14, 2017

[medo em quadra, amor em verso]

Tenho medo
Sim, medo
aquilo que me sufoca e me paralisa
deixando-me sem qualquer reacção.

Por breves segundos,
tudo me passa pela cabeça.

Digo bem baixinho, 
tenho m-e-d-o,
de te perder,
de te desiludir,
de te cansares de mim,
de não te ter para sempre.

Fecho os olhos e o medo volta,
mas depois ao despertar,
abraço-te,
olho-te nos olhos,
e ele foge,
esconde-se,
não se sente,
já não se diz,
 nem se escreve...

É ali de mãos dadas,
lado a lado
que vejo,
que sinto,
que é para sempre.

abril 03, 2017

O Melhor do Meu Dia XXXII


Eles são a minha rede de segurança, aquela mesma rede que resiste a tudo. 
São a minha força quando me sinto frágil e isso dá lugar a eternos minutos de péssimo. 
Posso parecer a mais foleira do universo, mas a vida é curta e o meu orgulho, administração e amor por eles - falta a minha irmã - são intermináveis. 
Mesmo que as tempestades cheguem nunca serão suficientes para me tirar o chão, porque aconteça o que acontecer tenho a minha rede. 
A minha mãe e os meus irmãos são aqueles que vêem o copo sempre meio cheio, são eles que tornam o meu riso ainda mais fácil e genuíno e também são eles a voz da razão, quando me falta a consciência e eu acho que tudo se resolve com o coração.
A foto resume o melhor do meu dia, não só hoje, mas todos os dias quando eles estão perto.
Eles representam aquele pedaço grande de amor que me faz aguentar tudo, são eles os primeiros a reconhecer o meu potencial, - eu acho que é por amor - é por eles que quero ser melhor, conquistar mais, é com eles que sou infinitamente feliz. 
A minha vida será uma eterna declaração de amor, registada em prosa, para quando a memória não chegar saberem que o amor e a gratidão são infinitos como a paciência deles. 
Amo os três na mesma proporção.

março 16, 2017

A Bela e o Monstro





A Bela e o Monstro, vai ganhar vida hoje em todas as salas de cinema.
O conto de fadas que tem como abordagem principal que o amor não escolhe idade nem beleza, que tal como nos livros, as pessoas, os animais não podem ser julgados pela "capa".

É protagonizado por Emma Watson, que dá vida a Bela, o seu lado feminista é compatível com o da personagem e eu acho que está à medida da actriz.
O filme tem uma nova versão da música "Beauty and the Beast", intrepertada por John Lagend e Ariana Grande é linda, mas eu continuo a preferir a versão de Celine Dion e Peabo Bryson.